21 de julho de 2009

Santa Maria Madalena - 22 de julho




Neste 22 de julho, o calendário litúrgico celebra Santa Maria Madalena.
Era originária de uma cidadezinha chamada Mágdala, próspera pela atividade da pesca, no tempo de Jesus. Aliás, daí vem seu “sobrenome” Madalena.
Pelos relatos evangélicos sabemos que Ela foi uma discípula fiel, perseverante, dedicada e generosa de Jesus Cristo. E por isso foi privilegiada com acontecimentos essenciais da vida e missão de Jesus.
O início de sua amizade, admiração e gratidão profunda por Jesus deve-se ao fa-to narrado por São Lucas, no qual Jesus a liberta da escravidão de sete espíritos maus. Diz o texto bíblico: “Os doze estavam com Ele, como também algumas mulheres que tinham sido libertadas de espíritos malignos e curadas de suas enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios, Joana, mulher de Cuza, Suza-na, e muitas outras que O assistiam com suas posses.” (Lc 8, 2-4)
Encontramos Maria Madalena aos pés da cruz de Jesus, no Calvário, corajosa e sofredora por ver seu mestre crucificado, e amparando Nossa Senhora e a São João que também ali estavam. Relata São João: Junto à cruz de Jesus estavam, de pé, sua Mãe, a irmã de sua Mãe, Maria de Cléofas e Maria Madalena (Jo. 19, 25).
A encontramos, também, na manhã da ressurreição, indo ao sepulcro de madru-gada, quando Jesus ressuscitado lhe apareceu e com ela conversou, dando-lhe a missão de ir testemunhar aos apóstolos que Ele, Jesus, estava vivo, ressuscitado. (Cf. Jo. 20, 1-18)
Ali estão três momentos profundamente significativos da vida de Maria Madale-na: experimentando o poder divino de Jesus, libertando-a de sete demônios; junto à cruz da morte do Redentor; e sendo a primeira a ver o Ressuscitado.
Infelizmente Madalena recebeu um título que não lhe é devido: de prostituta, de mulher pecadora. Não há referência bíblica alguma que possa indiciar Madalena como sendo a prostituta. A referência bíblica citada acima deixa claro que ela era “a posses-sa”.
A mulher conhecida como “pecadora na cidade”, como a prostituta, não tem nome nos evangelhos. Ela aparecer apenas em Lucas 7, 37 (Cf. Lc 7, 36-50) com essa referência: “Uma mulher pecadora da cidade, quando soube que Jesus estava na casa do fariseu, trouxe um vaso de alabastro cheio de perfume, e estando a Seus pés, por detrás dele, começou a chorar. Pouco depois suas lagrimas banhavam os pés do Senhor, e ela os enxugava com seus cabelos, beijava-os, e os ungia com perfumes”. Esta é a “prostitu-ta, que aliás não tem nome no evangelho, que só aparece em Lc. 7, e nunca mais é cita-da em outro lugar. Esta, com toda certeza, não é Maria Madalena.
Prestamos nossa admiração e devoção a Santa Maria de Mágdala, por sua ami-zade profunda com Jesus. Quem os dera sabermos e podermos ser discípulos fiéis de Jesus como ela o foi.

7 Comentários:

Anonymous Giorgio disse...

Parabéns pelo blog, padre Alírio. Deus continue abençoando seu trabalho de evnagelização. Giorgio

27 de julho de 2009 08:36  
Anonymous Anônimo disse...

Querido Pe. Alírio. Parabéns por esta bele iniciativa, com certeza seus inscritos farão muito bem aos corações , pois necessitamos de pesssoas que nos leve a experimentar o grande Amor de Deus. Abraço carinhosamente. Conte com minhas orações e unidade. VIVA JESUS!

27 de julho de 2009 16:27  
Blogger Pedro disse...

Pe. Alírio seu blog é uma benção. Com certeza mais uma fonte daquilo que Jesus quer colocar em nossos corações.
Tenho profunda admiração pelo senhor e pela obra que Cristo tem feito em sua vida.
Peço sua benção.

28 de julho de 2009 09:20  
Anonymous Sônia do pão de ló disse...

Pe.Alírio Parabéns pelo o seu trabalho aqui no Damas de vitoria foi muito bom o seminário , e as missas belíssimas hoje fiquei muito emocionada com a sua partida conte com as minhas orações...!!!

Um grande abraço!

de sua amiga Sônia ...!!!!

30 de julho de 2009 00:46  
Blogger regina disse...

Parabéns pelo carinho das suas palavras. Cristo amava todos seres,como poderia deixar de amar sua devota, que reencontrou a luz do amor eterno. Falar dessa mulher como prostituta é jogar todas nós no mesmo lugar... Cristo não faria e não fez isso. Assim com vc querido irmão.

14 de agosto de 2009 01:44  
Anonymous CARMEN L disse...

QUERIDO PADRE ALÍRIO!!!

QUE DEUS CONTINUE ILUMINANDO-O E RECOMPENSANDO-O POR TODO BEM QUE CONTINUA FAZENDO PARA TODOS NÓS....POR LEVARNOS CADA VEZ MAIS PRÓXIMOS DE DEUS!!!
VOCÊ É UMA FONTE DE BENÇÃOS PARA TODOS NÓS...ILUMINADO...INUNDADO PELO ESPÍRITO SANTO....PARABÉNS PELO SEU BLOG...TUDO DE ESPECIAL SEMPRE!!!

CARMEN BOING

25 de agosto de 2009 15:22  
Anonymous Anônimo disse...

Que bom que posso encontrar novamente as suas palavras de conforto. Obrigada padre Alírio o senhor me ensinou muito com sua fé e deixou saudades aos antigos jovens de São Bento do Sul.Saudades... Que Deus ilumine mais mais o senhor.

21 de setembro de 2009 16:25  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial