31 de julho de 2013

AS OBRAS DE MISERICÓRDIA

4  CONSOLAR OS TRISTES
Uma obra de misericórdia espiritual que podemos realizar muitas vezes é consolar os tristes. São inúmeras, incontáveis, as causas das tristezas das pessoas. Desde as tristezas mais profundas pela morte de uma mãe, de um pai, de uma esposa, de um marido, de um filho, de um familiar ou amigo, até a tristeza de um adultério, de uma traição no amor de noivo ou namorado, até as ingratidões e decepções que pessoas em quem confiávamos, até todas as inúmeras causas emocionais das depressões.
Esta obra de misericórdia é sempre muito bem recebida pelas pessoas tristes. Mesmo que sejam pessoas desconhecidas. Quem vai consolar deve sempre demonstrar a sua boa vontade, o seu desejo de auxiliar. O triste deve perceber nas nossas palavras o nosso desejo de solidariedade, de compreensão e de caridade. Para consolar, jamais falar de exemplos de desgraças maiores ou piores, de sofrimentos mais agudos. É preciso usar palavras animadoras que possam confortar e consolar. Muitas vezes, em determinadas situação, nem são necessárias palavras. Bastam gestos.
            Se estivermos atentos, encontraremos ao nosso lado muitas pessoas tristes, que tem a alma amargurada, decepcionada, desiludida e deprimida. Como faz bem uma boa palavra nestas ocasiões. Não percamos oportunidades de reanimar aqueles que, perto de nós, trazem um coração entristecido.
Sendo também essa uma obra de misericórdia, ela recebe a recompensa de Jesus que diz: “Bem aventurados os misericordiosos porque alcançarão misericórdia”.
Por serem muitas as oportunidades de encontrarmos pessoas tristes, façamos este bem àqueles que sofrem em suas tristezas.
Oração                                   
Divino Espírito Santo, alegria de Deus, que comunicais o fruto da alegria aos corações que de Vós se aproximam, dai-me palavras inspiradas pela Vossa sabedoria para que eu possa consolar aqueles corações que carregam a grossa sombra da tristeza e da dor no coração. Ensinai-me a consolar os tristes. Ensinai-me a reerguer os abatidos pelas ingratidões e injustiças sofridas. Que eu aproveite toda ocasião para consolar e reanimar os corações entristecidos.
Amém.


1 Comentários:

Anonymous yanese disse...

Excelente

1 de agosto de 2013 10:02  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial