12 de julho de 2013

AS VERDADES DA FÉ CATÓLICA

CREIO DA REMISSÃO DOS PECADOS

            Em nossa profissão de fé católica, nós declaramos que cremos na “remissão dos pecados”. Isto é, declaramos que nós sabemos e cremos que os pecados podem ser perdoados por Deus.
        O perdão dos pecados é uma necessidade premente e absolutamente necessária porque todos somos pecadores, uns mais outros menos. Diz São João que se alguém diz não ter pecado é um mentiroso. “Se dizemos que não temos pecado enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. (1 Jo, 1,8)
       Deus Pai enviou seu Filho Jesus ao mundo, como Salvador, exatamente para alcançarmos a possibilidade do perdão dos pecados, para sermos salvos e santificados. O próprio nome “Jesus” significa “salvador”. Ele se torna Salvador à medida que nos perdoa dos nossos pecados.
       São João nos confirma essa verdade quando nos diz: Se reconhecemos os nossos pecados, (Deus aí está) fiel e justo para nos perdoar os pecados e para nos purificar de toda iniqüidade. Ele é a expiação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. Filhinhos, eu vos escrevo, porque vossos pecados vos foram perdoados pelo Seu nome. Se, porém, andamos na luz como Ele mesmo está na luz, temos comunhão recíproca uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado (1Jo 1,9. 2,2. 2,12.1,7)
            Percebemos nesta passagem 1º como Deus quer perdoar os nossos pecados, 2º como Jesus, por sua morte e ressurreição nos alcançou a possibilidade do perdão, 3º se reconhecemos nossos pecados e pedirmos perdão, seremos perdoados.
            Nossos pecados podem ser perdoados pelo sacramento da Confissão. Jesus instituiu esse sacramento no Domingo da Páscoa, quando, aparecendo aos Apóstolos, soprou sobre eles e disse: “recebei o Espírito Santo. A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados”. (Jo 20,23)
            Pela Confissão podem ser perdoados todos os pecados. Os pecados mortais devem ser obrigatoriamente levados à confissão sacramental. Como os pecados mortais, graves, ofendem gravemente a Deus e rompem o estado de graça, é necessária a Confissão tanto para uma reconciliação com Deus, bem como para uma reconciliação com o povo de Deus, a Igreja.
            Os pecados veniais podem ser perdoados pela Confissão, mas também de outras maneiras como: 1º por um ato penitencial bem feito no início da Santa Missa 2º por uma santa Comunhão muito bem realizada e piedosa, na qual manifestamos ao Senhor nosso pesar por nossos pecados cometidos. 3º por um ato penitencial piedoso, realizado em oração pessoal 4º pela piedosa e contrita participação de uma confissão comunitária. 5º por boas obras de caridade realizadas com a finalidade de receber o perdão dos pecados veniais.
            O perdão de Deus é uma necessidade para toda a nossa vida terrena. A fraqueza humana nos acompanha como uma sombra, e nos leva sempre a cometer novos pecados. A virtude da humildade nos deve também acompanhar sempre, a fim de reconhecermos os nossos pecados, pedirmos perdão, a fim de sermos perdoados. Até no purgatório há a necessidade do perdão divino, a fim de que os pecados levados, e as penas devidas pelos pecados sejam perdoadas.

            Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós!.

1 Comentários:

Anonymous yanese disse...

Excelente

14 de julho de 2013 20:23  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial