23 de setembro de 2013

A Fortaleza
            A fortaleza é a virtude cardeal ou moral que dá segurança nas dificuldades, firmeza e constância na busca do bem. Ela firma a resolução de resistir às tentações e superar os obstáculos na vida moral.  A virtude da fortaleza torna capaz de vencer o medo, inclusive da morte, de superar as provações e as perseguições. É capaz de dispor alguém a aceitar até a renúncia e o sacrifício de sua vida para defender uma causa justa. “Minha força e o meu canto é o Senhor” (Sl 118, 14). “No mundo tereis muitas tribulações, mas tende coragem, eu venci o mundo” (Jo 16, 33)
A fortaleza é a virtude que dá à nossa vontade a energia necessária para vencer os obstáculos que nos atrapalham na prática do bem.  Devemos resistir, quer dizer, permanecer firmes na fé, apesar dos ataques dos nossos inimigos e das nossas fraquezas pessoais. Ter fortaleza é manifestar espírito de iniciativa, alegria na realização do dever de estado, perseverança no combate contra nossas paixões: o orgulho, o egoísmo, a raiva, a sensualidade, etc. Praticando os atos da virtude de fortaleza, conseguiremos, com a graça de Deus, vencer as tentações, fugir dos pecados e das ocasiões de pecado que nos chamam com tanta força para o mal.
A fortaleza faz-nos fortes no bem, na fé, no amor. Leva-nos a perseverar nas coisas difíceis e árduas, a resistir à mediocridade, a evitar rotina e omissões. Pela fortaleza vencemos a apatia, a acomodação e abraçamos os desafios.. É a virtude dos profetas, dos heróis, dos mártires e dos pobres. A fortaleza dos mártires e a ousadia dos apóstolos, como também a força dos pequenos e dos fracos é um sinal do dom da fortaleza na vida humana e na história da Igreja. Hoje a fortaleza nos leva a enfrentar a depressão, o stress, o câncer, a AIDS, os golpes da vida. Grandes são os conflitos humanos, porém maior é a força para superá-los. A vida é luta renhida, dizia nosso poeta, e a fé é um combate espiritual. “Coragem, Eu venci o mundo!” (Jo 16,33).
Esta fortaleza é uma virtude humana, conquistada pela educação da vontade que, repetindo atos de decisão, forma o hábito de praticar os atos bons com decisão. Uma pessoa sem fé em Deus pode ter até em alto grau essa fortaleza. (Os militares... Os desportistas...)
Existe, porém, o dom infuso da fortaleza. Essa fortaleza é dada em gérmen pelo Espírito Santo no santo Batismo. Neste caso, a graça do Espírito Santo vai inspirando e movendo o coração a agir com prontidão. A repetição dessa obediência ao Espírito Santo desenvolve o dom da fortaleza. Essa fortaleza é muito superior à virtude humana.


1 Comentários:

Anonymous yanese disse...

Maravilhoso! como todos os dons

25 de setembro de 2013 07:40  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial