11 de setembro de 2013

A VIRTUDE DA MISERICÓRDIA

Uma virtude é uma força que vem do espírito e do psiquismo de uma pessoa, que a leva a praticar com facilidade os atos próprios dessa virtude. Por exemplo: quem possui a virtude da mansidão, pela energia que vem de dentro da pessoa mansa a leva a praticar os atos de mansidão. Dessa mesma forma, a virtude da misericórdia é uma força interior que leva a pessoa a praticar os atos de misericórdia. Toda virtude é um hábito bom. Esse hábito surge pela repetição dos atos dessa virtude. Esse hábito produz os atos da virtude. Por sua vez, a repetição dos atos solidifica sempre mais o hábito ou virtude da mansidão.
Misericórdia é uma palavra composta por “miséria e coração”. É olhar para a miséria do outro, do próximo, de uma pessoa, com o coração, ou seja, com amor. A misericórdia segue cinco passos. 1º Conhecer a miséria do outro. 2º Aceitar que tenha caído na miséria. 3º Compreender – ter compreensão – pela miséria da pessoa. 4º Perdoar a miséria  5º. Tirar a pessoa da miséria. O objetivo final é sempre tirar a pessoa de sua miséria.
Quais são as misérias? Todos os pecados, todos os vícios, todos os problemas que afetam a vida da família, das pessoas, de uma comunidade são as misérias de que alguém é portador. Os vícios do alcoolismo, da droga, da prostituição, do adultério, da fornicação, da mentira, da corrupção, do ódio, da vingança, dos ressentimentos, da gula, da ira, da inveja, da preguiça etc.
Para tirar alguma pessoa de sua miséria é preciso seguir os cinco passos citados acima, e perseverar no empenho de conseguir o objetivo desejado.
Jesus insiste na virtude da misericórdia: “Eu quero a misericórdia e não o sacrifício” (Mt 9,13). “Sede misericordiosos como vosso Pai dos Céus é misericordioso”. Então aqueles que têm o espírito de Jesus misericordioso terão a mesma atitude de Deus que é o amor, atitude de perdão, de compaixão, de compreensão, de ajuda, de partilha, de solidariedade. Como recompensa pelas ações misericordiosas,  as pessoas serão felizes porque alcançarão a misericórdia. Na verdade todos temos necessidade da misericórdia de Deus, pois todos temos algumas misérias.
            A virtude da misericórdia nasce da virtude teologal da caridade-amor. Aquele que é animado pelo amor, sente compaixão por ver alguém nas suas misérias e sente o desejo de libertá-lo das mesmas. É então que a virtude da misericórdia se manifesta, e esse coração se empenha para salvar alguém de suas misérias.
Jesus incluiu entre as oito bem aventuranças a misericórdia, Aquele que é misericordioso é bem aventurado porque alcança a misericórdia divina nas suas misérias. Para ser misericordioso é preciso possuir a virtude da misericórdia. É ela que induz a realizar os atos de misericórdia.
Como é bela a virtude da misericórdia! Como é belo o coração misericordioso! Este coração jamais faz crítica negativas, pejorativas, em relação a alguém que tem as suas misérias. Ele não acusa ninguém por causa de suas misérias. Ele não julga e nem condena as pessoas por causa de suas misérias. Ele sabe ser benigno, sabe explicar e minimizar as misérias alheias. Até mesmo porque ele sabe que também tem suas lutas contra as suas misérias, não acusa, não julga, não condena aqueles que carregam suas misérias humanas. Procura, sim, restaurá-lo e salvá-lo,

Podemos pedir ao Espírito Santo que nos conceda as graças para podermos criar a virtude da misericórdia, a fim de praticarmos essa virtude, sermos misericordiosos e alcançarmos a misericórdia divina.

1 Comentários:

Anonymous yanese disse...

Excelente

13 de setembro de 2013 12:02  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial