28 de outubro de 2013

EU  CREIO  EM  DEUS


            A fé religiosa é aquela energia espiritual e aquela iluminação do psiquismo que possibilita crer em Deus. Pela fé descobrimos e encontramos, acolhemos e amamos a Deus e a tudo o que lhe diz respeito e lhe pertence. Pela fé, nós nos sentimos amados por Deus, pois descobrimos todas as suas manifestações de amor para conosco, no dia a dia de nossa vida. Pela fé, fazemos comunhão de amor com Deus, criamos um relacionamento que exprimimos pelas diversas formas do nosso culto, de nossa devoção. Vivendo a fé, encontramos Aquele que preenche o vazio de nosso coração, satisfaz nossos anseios de felicidade.
            No caminho da fé podemos distinguir duas direções: 1ª “crer em quem”, ou seja, crer na pessoa de Deus. Ou 2ª crer em quê, ou seja, crer nas verdades reveladas por Deus: a) a respeito dEle mesmo, b) a respeito do ser humano e c) a respeito do mundo criado.
            Antes de tudo, a fé religiosa se direciona para Deus: “crer em Deus”!  Ao focalizar Deus pela luz da fé, vamos descobrindo quem Ele é, como Ele é, o que Ele faz, o que Ele quer do ser humano.
            Pelo dom da fé conhecemos que só pode existir “um” Deus verdadeiro. Deus é único. Se disséssemos que existem dois ou mais deuses, precisaríamos declarar alguma diferença entre eles, pois seria impossível existirem dois ou três absolutamente iguais. Ora, alguma diferença existente nos indicaria que um seria o mais perfeito do que os outros. Sendo assim, o mais perfeito, o totalmente perfeito, seria o Deus verdadeiro e os outros já não poderiam ser deus, por trazerem alguma diferença de imperfeição.
            Para ser Deus, o ser divino precisa ter todos os atributos, todas as virtudes e todas as perfeições em grau supremo. Num grau que só um Deus pode possuir. Portanto, Deus é o ser existente absolutamente perfeito em todos os atributos, em todas  as virtudes e em todas as qualidades.
            Declarar: “eu creio em Deus” é realizar a afirmação mais fundamental da fé. É colocar o fundamento absolutamente mais sólido da fé. É abrir a fonte de todas as demais verdades de fé.
            “A  declaração da Unicidade de Deus – que existe um único Deus – é inseparável da declaração de que Deus existe. Deus existe e Deus é único. Só existe um Deus.
            Ao povo do Antigo. Testamento. Deus mesmo se revelou como único Deus. Ele declarou:Ouve, ó Israel, O Senhor nosso Deus é o único Senhor! Portanto amarás o Senhor, teu Deus, com todo o coração, com toda a tua alma e com toda a tua força. (Dt. 6,4-5) “Voltai-vos para mim e sereis salvos, todos os confins da terra, porque eu sou Deus e não há nenhum outro! (Is 45,21)
            A fé no Deus único e verdadeiro nos conduz a crermos em sua revelação. Ele mesmo se revelou e nos contou como Ele é. E a revelação mais surpreendente é que Ele é Trindade: é Pai, é Filho e é Espírito Santo. Sabemos, desde então, que o Pai é nosso criador, que o Filho é o nosso salvador, e o Espírito santo é o nosso santificador.,

            Crer no Deus único e verdadeiro é uma bênção suprema, pois Ele é a origem e a fonte de todas as respostas para todas as questões ligadas à existência de Deus, à existência e destino do ser humano, e ao mistério de toda a criação do universo.   

1 Comentários:

Anonymous yanese disse...

Excelente

31 de outubro de 2013 17:43  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial