4 de outubro de 2013

 PACIÊNCIA   
  LONGANIMIDADE
            A paciência ou longanimidade também é consequência do fruto do amor-caridade. A palavra “paciência” vem da língua latina “patire”, que se traduz por “sofrer”. Paciência é uma capacidade gerada pelo Espírito Santo, pela qual somos capazes de “aguentar, suportar” os sofrimentos apresentados pela vida, sem nos “inflar”, sem nos estressar, tencionar e carregar de ansiedade diante dos sofrimentos pessoais, diante dos sofrimentos causados por outros, ou os permitidos por Deus. Porque somos amados por Deus e pelo próximo, e porque os amamos em paz e em alegria geradas pelo Espírito, nosso ser interior “se mantém calmo” diante dos sofrimentos ou de situações que poderiam nos levar a “perder’ a paciência, a explodir, a agredir, a rejeitar tais sofrimentos.
           Ser paciente é ser tranquilo interiormente diante de pessoas cujo comportamento não é conforme aos nossos valores, diante de situações, de problemas indesejados, de sofrimentos que se apresentam. É uma tranquilidade suave, calma, não enervada e nem enervante. Ser paciente é ser tardio para irritar-se, para explodir, para exaltar-se. É ter “pavio muito longo”, que dificilmente chega a causar uma explosão emocional. Paciência é filha do amor que nos leva a ir longe, tratando com serenidade as pessoas com suas falhas, fraquezas, ignorâncias, demoras e pecados.
  A Paciência suporta as adversidades, as doenças, as contrariedades e as perseguições. A paciência é um fruto essencial para que o cristão persevere na sua fé, pois mesmo contando com o amor divino do Deus-Trindade, na vida tivemos, temos ou teremos problemas, adversidades, enfermidades, contrariedades. Precisamos pois, da ajuda do Espírito pelo fruto da paciência. O cristão paciente dificilmente é demovido da sua fé, porque suporta tudo com paciência. A alma paciente é mansa e humilde, não se revolta contra o seu Deus mas tudo suporta e aceita.


1 Comentários:

Anonymous yanese disse...

Excelente

7 de outubro de 2013 12:09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial