3 de março de 2014

A MÍSTICA DOS DEZ MANDAMENTOS


Sétimo  Mandamento:
 “Não furtar”
O amor de Deus gera o amor ao próximo, pois ele - Deus - nos faz filhos seus e irmãos entre nós. Este amor do próximo motiva e gera o respeito pelos bens dos irmãos. Dois irmãos de sangue que se amam muito, jamais furtarão um do outro, jamais tomarão os bens um do outro. Eis a mística deste mandamento: o amor respeita os bens alheios. O Pai celeste que criou todas as coisas para todos os seus filhos, quer que esses bens sejam bem distribuídos, e que cada qual respeite as posses do outro. O amor exige esse respeito.

Aquele que furta, rouba, prejudica a seu irmão, demonstra que “não é irmão” que não ama, que é egoísta, interesseiro e não merece confiança. Acaba, pois, prejudicando-se a si mesmo, adquirindo má fama e desprestígio pessoal.

Sétimo e Décimo Mandamentos:
Diz Deus na Bíblia: Não roubarás. 
Não cobiçarás os bens do teu próximo.
  1. Você furtou alguma coisa? Foi coisa de valor que fez falta importante a quem você roubou? Você tem o hábito de furtar? Já não tem vergonha nem remorso de roubar os bens alheios?
  2. Você danificou a propriedade de outrem? Você deixou estragar, por negligência, a propriedade de alguém, de que eu era responsável?
  3. Você foi negligente na guarda do dinheiro ou dos bens de outrem, de quem você é  funcionário ou trabalhador?
  4. Você defraudou alguém, causando-lhe prejuízos? Foram prejuízos graves? Você é irresponsável com aquilo que outros lhe confiam?
  5. Você se recusou a pagar alguma dívida, ou descuidou-se  no seu pagamento?
  6. Você adquiriu alguma coisa que sabia que era coisa roubada?
  7. Você deixou de restituir alguma coisa emprestada?
  8. Você prejudicou  o seu patrão, não trabalhando como se esperava de você?
  9. Você foi injusto com o salário dos seus empregados?
  10. Você se recusou a ajudar alguém que precisava urgentemente de ajuda, ou descuidou-se  a fazê-lo?
  11. Você deixou de restituir aquilo que roubou, ou aquilo que obteve por fraude?
  12. Você tem sido muito apegado aos bens materiais, dando demasiada importância aos bens e confortos materiais? O seu coração inclina-se para as posses terrenas ou para os verdadeiros tesouros do Céu?

1 Comentários:

Anonymous yanese disse...

Excelente

7 de março de 2014 22:20  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial