17 de março de 2014

ADORAÇÃO  AO  ESPÍRITO  SANTO
            
Talvez nunca tenhamos feito meia hora, ou apenas quinze minutos de adoração ao Espírito Santo. Não aprendemos a fazê-la. Em nossas comunidades católicas não se fazem adorações ao Espírito Santo. Talvez se façam momentos breves de oração, invocando o Espírito Santo. Apenas isso.
Porque o Espírito Santo é Deus como o Pai e como o Filho Jesus, a nossa primeira atitude diante dEle deve ser de adoração. Adorá-lo porque Ele é Deus. Glorificá-lo e bendizê-lo porque Ele é Deus. Aceitá-lo como Deus. Rendermo-nos a Ele como ao nosso Deus. Amá-lo como se deve amar um Deus. Ter por Ele todo respeito como se deve respeitar a Deus.
Onde encontramos o Espírito Santo a fim de podermos adorá-lo? Como Deus, Ele é omnipresente ou seja, esta presente em todos os espaços, em todos os lugares. Podemos adorá-lo numa igreja, numa capela, no oratório de nossa casa, em algum lugar aconchegante na natureza, num jardim. Mas de modo privilegiado nós o encontramos e podemos adorá-lo em nosso coração.
O Espírito Santo mora em nosso coração, desde o dia do nosso batismo. Se tivemos a graça de nunca cometer um pecado mortal, Ele sempre esteve presente em nós. Como seria importante conscientizarmo-nos dessa verdade: “o Espírito mora em meu coração”. 
Diz a Escritura: “Não sabeis que sois o templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós?* Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá. Porque o templo de Deus é sagrado - e isto sois vós.* (1Cor 3,16-17). Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, o qual recebestes de Deus e que, por isso mesmo, já não vos pertenceis? (1 Co 6,19)
Para fazer essa adoração, precisamos entrar em nosso ser mais íntimo, que chamamos de “coração”, para colocarmo-nos diante dEle, para fazermos comunhão com Ele, e então adorá-Lo. Declaramos inicialmente que O reconhecemos como Deus, O proclamamos, O adoramos, nos rendemos a Ele, como ao nosso Deus. Diante de sua Pessoa divina nós o glorificamos como membro da Trindade, como nosso santificador pessoal. O glorificamos por sua obra na Igreja, no Papa e pelo Papa, nos bispos, nos padres e por meio deles no povo de Deus. Nós o adoramos e glorificamos por sua obra realizada em Jesus, na Virgem Maria, em todos os Santos que estão no céu, no coração de todos os fiéis católicos. O adoramos e bendizemos por suas bênçãos e obras realizadas em nossa vida pessoal, em nossas famílias, em nossas comunidades.
A adoração ao Espírito Santo nos leva a conhecê-lo sempre mais e melhor, e faz crescer nossa amizade para com Ele. Quanto mais nós nos habituarmos a adorá-lo, mais ele agirá em nossa vida, e poderemos experimentar a sua ação em nossas vidas.


           


1 Comentários:

Anonymous yanese disse...

Excelente

21 de março de 2014 16:53  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial