28 de maio de 2014

FOMOS CRIADOS
 PARA O AMOR

O objetivo deste primeiro capítulo é fundamentar a vivência matrimonial e a vida familiar sobre os alicerces sólidos do amor. É o amor quem dá sentido, fundamento, realização e gratificação à vida matrimonial. A atmosfera do amor deve envolver toda a vida familiar. O oxigênio do amor precisa ser respirado por todos os membros de uma família. Mas, ao mesmo tempo, todos devem transbordar e transpirar amor, se quiserem ser felizes, realizados, sadios e belos, na família.
Busco na Palavra de Deus, na Bíblia sagrada, a inspiração para esta reflexão.
Diz o texto do Gênesis: "Então Deus disse: façamos o homem à nossa imagem e semelhança. Que ele reine sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos e sobre toda a terra. Deus criou o homem à sua imagem. Criou-o à imagem de Deus. Criou o homem e a mulher. Deus os abençoou e lhes disse: frutificar, multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a” (Gn 1, 26-28).
Este breve texto, por três vezes declara que o ser humano foi criado à “imagem e semelhança” de Deus. Retomando o texto: “Façamos o homem à nossa imagem e semelhança”... “E Deus criou o homem à sua imagem”... “Criou-o à imagem de Deus... Criou o homem a mulher”.
Precisamos nos perguntar de imediato: “O que é ser imagem de Deus?” “Quando é que somos imagem e semelhança de Deus”? É importante que procuremos penetrar nessas palavras e desejemos compreender a riqueza dessa afirmação divina. Sim, é importante penetrá-la e compreendê-la, a fim de que se possa avaliar e abranger o profundo sentido existencial dessa verdade para nossas vidas.
Para sabermos o que é ser “imagem e semelhança” de Deus, precisamos nos perguntar: “O que Deus é”? Se nós soubermos responder corretamente à pergunta “O que Deus é”, saberemos também o que significa “ser imagem e semelhança” de Deus.
O próprio Espírito Santo inspirou o evangelista São João a escrever em sua primeira carta que “Deus é amor!” Ora, se Deus é amor, imagem e semelhança de Deus só pode ser alguém que “seja amor”. Se nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus, que é amor, fomos criados para “sermos amor”. Atenção! Não apenas para “termos” amor. Não diz a Bíblia que Deus “tem” amor. Diz que Deus “é” amor.



1 Comentários:

Anonymous yanese disse...

Magnifico

29 de maio de 2014 10:39  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial